Category Archives: Atividades Lúdicas e Educativas

2018 e o Ano das Intervenções Artísticas no Sítio São Francisco

No ano de 2018, o Projeto Comcom Pimentas realizou uma grande série de atividades das mais variadas linguagens em diferentes espaços na região dos Pimentas, tanto educativas quanto artísticas e culturais.

Entre elas, tivemos logo no primeiro semestre realização no projeto Intervenções Artísticas na Urbanização do Sítio São Francisco iniciou suas atividades com a proposta de construir uma cartografia colaborativa, trazendo a sinergia entre os moradores do Sítio São Francisco e o espaço onde vivem.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A articulação dos trabalhos ficou por conta da equipe do Projeto Comcom Pimentas, produzindo artes que criem diálogo entre o espaço público em constante transformação e as vivências individuais e coletivas dos moradores. O projeta une o processo da urbanização e de arte urbana em ações a partir da pintura, graffiti e lambe-lambe, contribuindo com o imaginário simbólico do bairro e suas histórias, mitos, ritos e lendas.

O local da primeira ação foi o muro da residência de Nelson José Alves Ferreira, comerciante local, na Rua Dez. Tivemos a pintura de um mural projetado pelo artista visual paulistano Paulo Meira (O‘Meira), que em seus trabalhos versa entre o design, graffiti e a ilustração no cenário urbano. A realização da arte também teve a assistência de três grafiteiros da região dos Pimentas: Rogério dos Santos (Rogério IRC), Fernando Manoel (FND) e Fábio Santos, além da pintora Luzia Aparecida, moradora da região que fez parte do projeto Ateliê Arte em Pimentas.

O’Meira buscou trabalhar com camadas e cores em perspectiva, utilizando texturas africanas. Sobre dividir o processo de produção da pintura com outros artistas, ele afirma: “É interessante essa troca de informação e técnica. Cada um tem sua linguagem, e (quando) coloco meu trabalho junto com outros artistas, deixo muito aberto para interferirem no layout proposto. Mas como a gente tem uma linha definida no próprio projeto, aí vai de cada artista desenvolver um pensamento, uma peça única para essa realidade do projeto e do que foi proposto.”

Este slideshow necessita de JavaScript.

Sobre o impacto da obra finalizada, o morador Nelson revela: “Todo mundo que passa olha (para a pintura) e diz ‘Nossa, ficou a coisa mais linda’. Pra mim foi muito satisfatório, muito bom. Deu outra cara, não só pra minha casa, mas pro bairro.” O grafiteiro e historiador da arte Fábio Santos declara que vê como importante do projeto não só o embelezamento do bairro, mas também a identificação dos moradores com as pinturas, e destaca: “É um painel bem gritante, é um contraste mesmo, por que você vê muito o cinza, ruínas e tal, do próprio barro mesmo, aquela terra vermelha, e quando você vê um colorido num muro grande ele se destaca.”

Em seguida, nos dias de 14, 16 e 23 de maio ocorreu a Oficina de Intervenção Artística-Poética no Projeto Comcom Pimentas, como continuidade das intervenções. Os encontros foram ministradas pelo artista visual Raul Zito, onde compartilhou suas experiências artísticas. Os educandos realizaram uma série de lambes trabalhando temáticas do rap, feminismo e depressão na juventude, as artes podem ser encontradas na rua Nove.

O trabalho de Zito é caracterizado por murais fotográficos com uma mistura de lambe-lambe e pintura. Então, no último fim de semana de junho, ele retornou para realizar uma imensa obra no Sítio São Francisco, contendo uma mulher negra refletida num espelho invertido, com uma emblemática pimenta como brinco, como forma de criar uma imagem simbólica para o bairro. A produção da arte contou novamente com a colaboração do grafiteiro FND e está localizada na Rua Santiago.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em agosto o grafiteiro paulistano Eduardo Marinho, o Credo, realizou uma série de artes nas ruas Santiago, Dez e Onze. Pensando na arquitetura dos espaços, ele criou recortes dos seus desenhos e os transformou em pintura depois que vão se encaixando nos muros do bairro.

Um dos coordenadores do projeto, André Gustavo Castro, mostra-se satisfeito com o processo até o momento: “Foi importante nós mapearmos os artistas locais que possuem trabalhos importantes e significantes, com know-how e trabalho consolidado dentro da arte urbana, dentro do graffiti. O mais legal, é que todos aqueles que passaram e viram isso daqui, querem ver o bairro deles mais bonito, ver o bairro melhor. É um chamariz, outros moradores estão oferecendo seus muros, suas fachadas, as suas casas.”

Na reta final do semestre aconteceram também as pinturas para a revitalização da escadaria da Rua Onze, próximo ao número 166, encerrando as nossas atividades do ano com chave de ouro. Os grafiteiros participantes foram Credo, Rim e Cadu.

O projeto pretende continuar suas atividades agora em 2019, as obras estão abertas nas ruas para que a população possa apreciá-las e mais informações podem ser encontradas em sua página no Facebook.

Anúncios

CDHU e Projeto Comcom Pimentas | Certificação dos Projetos Sociais e Intervenções Urbanas

Na próxima quarta-feria (19) teremos a cerimônia de encerramento das atividades do Projeto Comcom Pimentas e CDHU. Haverão as seguintes atividades: certificação dos projetos sociais e um passeio pela galeria de arte das intervenções urbanas no Sítio São Francisco.

Todas e todos estão convidados para nossa festa!

Redes-Certificacao-Pimentas

EVENTO – BATALHA DO SABER

39249531_221422981863529_1268393628800122880_o

Neste sábado, 18 de agosto, ocorrerá a estreia do evento Batalha do Saber!

É uma atividade totalmente dedicado ao hip-hop, onde reunirá os MCs de diversas regiões da cidade e das suas proximidades para batalhar com suas rimas, numa competição “mata-a-mata” que tem o próprio público como jurado. O evento promove o talento de artistas do hip-hop e a democratização da arte, num espetáculo de alta qualidade. Ainda contará com um pocket show pelos grupos de rap 1Chico7 e Kyrie. E a apresentação ficará por conta de Borracha Beatbox e A.R.T. .

A atividade iniciará com uma oficina de beatbox, depois rolará mic aberto para todos participarem. No fim do evento, acontecerá a premiação com entrega de troféu ao MC vencedor.

Haverá durante o evento a entrega da 16ª edição do jornal Sítio em Ação, o qual pode também ser lido aqui.

A articulação geral do evento é realizada por Lucas Felipe, 21 anos, designer gráfico e educador-voluntário no Projeto ComCom Pimentas. O evento faz parte do projeto Giro Cultural Pimentas, iniciativa que soma cultura e informação com diversos coletivos e instituições da comunidade.

A arena das batalhas será na Praça da Rua Seis, no Conjunto Marcos Freire, na região dos Pimentas em Guarulhos. E o início será a partir das 14:00!

_MG_2004 - Copia

Arte Pública – Intervenção Artística-Poética

mg_000820180523_28.jpgNos dias de 14, 16 e 23 de maio ocorreu a oficina de intervenção artística-poética aqui no Projeto Comcom Pimentas. Os encontros foram ministradas pelo artista visual Raul Zito, onde compartilhou suas experiências com arte urbana, a qual faz murais fotográficos com hibridismo de lambe-lambe e pintura. Após essa troca, houve um momento de brainstorming, produção e, enfim, a colagem de obras propostas pelos próprios educandos que participaram. A turma trouxe diversas questões para trabalharem em suas produções gráficas, como o pertencimento e identidade da comunidade no rap, a situação política do país, as consequências do machismo no corpo da mulher e o dilema da depressão e automutilação na juventude.

O workshop segue a linha de trabalhos para a ressignificação da estética do bairro que o Projeto Comcom Pimentas vem promovendo, afirmando a arte urbana como uma experiência estética livre em espaços públicos e de pertencimento. Assim, pretendemos continuar com nossas atividades de intervenções artísticas, inclusive com o próprio Raul Zito.

As obras produzidas nesta ação podem ser encontradas na Rua Nove, no Sítio São Francisco, ao lado do ponto de ônibus do local.

_MG_000120180523_22

Raul Zito.

IMG_9770

Intervenções Artísticas na Urbanização do Sítio São Francisco

Nos dias 04, 05 e 06 de maio serão realizadas as Intervenções Artísticas na Urbanização do Sítio São Francisco. Com o objetivo de dar seguimento as atividades do Ateliê Arte em Pimentas, iremos realizar uma ação conjunta com os grafiteiros da região e de fora para ressignificar a estética dos muros do bairro através de suas artes.

Cartaz A3 - Intervenção Artistica

Atividades Lúdicas e Educomunicativas

_mg_9744

Nesse último ano, houve um aumento nas inscrições de crianças no projeto COMCOM PIMENTAS. Em um primeiro momento, nós as acolhemos nos cursos regulares de TV, Rádio e Jornal. Junto com jovens e adultos, trocando experiências e dificuldades elas produziram e aprenderam ideais ligadas a comunicação, procurando, novamente, na segunda metade ano, os cursos oferecidos.

Ao entender essa procura como uma nova demanda da comunidade, o COMCOM idealizou, para segunda parte do ano, atividades especialmente preparadas para essa faixa etária (dos 9 aos 12 anos).  Chamadas de Atividades Lúdicas e Educomunicativas elas são compostas de experiências artísticas, literárias e esportivas que visam dar uma formação mais ampla às crianças que nos procuram, baseadas em um projeto pedagógico pautado no poder comunicativo das três mídias que conduzem nossas atividades: TV, rádio e jornal.

img_4012

img_4017

Durante as três tardes semanais que as crianças passam com os educadores, elas ouvem e leem histórias, aprofundam e conhecem técnicas de fotografia, tendo acesso monitorado a todo equipamento que o COMCOM possui, além de fazerem passeios a museus exposições e terem acesso a práticas esportivas.

Sob a coordenação de André Gustavo Castro, as atividades são elaboradas e mediadas pelo estudante de História da Arte da Unifesp Fábio Santos que é auxiliado pelas as alunas do nível intermediário do projeto, Ana Aline e Victória Lopes.

03-10-16-oficina_15

Nesse período de atividades, tivemos um ótimo retorno dos pais e famílias dessas crianças e pudemos perceber uma melhora significativa no nível de leitura e compreensão de mundo dos pequenos. Como vimos, foi assim, atentos as necessidades que surgem no dia a dia da comunidade, que criamos essas novas atividades e esperamos poder aprofundá-las e melhora-las no futuro.