Cursos de Comunicação Gratuitos: Jornal, TV e Rádio

Em setembro, o Projeto Comcom Pimentas iniciará as atividades com a nona turma das oficinas básicas. Nas aulas de Jornal, TV e Rádio, os educandos terão contato com as mais variados meios de comunicação: jornalismo impresso, blog, videorreportagem, videoclipe, cinema, radiojornalismo e webrádio.

INSCRIÇÕES:

  • Através do link Clique Aqui
  • Por e-mail: projetocomcom.pimentas@gmail.com
  • Pessoalmente: EAT – Escritório de Apoio Técnico da CDHU (Rua Nove, 273 – Antigo 679. Em frente ao C9\ Antiga Fábrica Violeta).

As aulas começam no dia 04 de Setembro de 2017 e o horário é das 14hrs às 17hrs.

redes-pimentas-cursos-2017

Você tem uma história que merece ser contada, mas não sabe nem por onde começar? O Fotografo Paulo Brasyl estará essa semana realizando um curso de roteiro e gif pelo Projeto Com Com Pimentas! O curso é totalmente gratuito! Segue as informações:

workshop-roteiro-e-gif

Se você gosta de comunicação, venha participar!!!

Anúncios

1ª Mostra Cultural da ComCom anima sábado no Sítio São Francisco

No último sábado, dia 08 de julho, realizamos nossa Confraternização Julina que contou com uma programação especial para toda a comunidade do Pimentas. O evento se iniciou por volta das 14h e foi comandado pelo Mestre de Cerimônia Martin, que trouxe ao palco apresentações como a do grupo Desbravadores da Igreja Adventista com sua performance de Ordem Unida, mostrando disciplina e as tradições militares. Logo em seguida foi possível acompanhar o belíssimo trabalho dos maestros Henrique Müller e Cecília Guida (além de sua equipe de educadores Myriam Pontes, Ricardo e Rodrigo Leite) na Orquestra e Coral Música no Pimentas, composto por crianças e jovens de 8 a 17 anos, todos moradores do bairro ou do entorno, que trouxeram um conjunto variado de músicas nacionais e internacionais.

Desbravadores

Desbravadores

 

Projeto Música no Pimentas

Projeto Música no Pimentas

Outra atração que fez a nossa Mostra bombar foi o Workshop de Danças Urbanas sob o comando do dançarino e coreógrafo Hélio. Desde reggaeton, até pop e funk, o repertório foi enorme e todo mundo participou aprendendo as coreografias junto com ele e sua assistente. Ninguém ficou parado, foi contagiante!

WorkShop Danças Urbanas

WorkShop Danças Urbanas

Outra dupla que não deixou a peteca cair foi o Kaifaces. Rap e hip hop de qualidade comandaram o palco da nossa festa, acompanhando o incrível trabalho dos grafiteiros presentes que deixaram muita arte nos muros do entorno.

Kaifaces

 

Intervenção Graffiti

Intervenção Graffiti

DJ Will, MC San, MC Dione e MC Vilãozinho chegaram para aquecer o fim de tarde e fazer a criançada presente soltar a voz. Com músicas autorais e outros sucessos do momento eles não deixaram a galera parada e agitaram o palco antes do encerramento.

DJ Kaifaces

DJ Kaifaces

Apresentação FunK

Apresentação FunK

Antes da apresentação final não poderia faltar a tradicional Quadrilha de festa julina organizada pela nossa coordenadora Walkyria e que sempre tem a participação dos presentes. Animada e dançante, ninguém deixou de participar!

Quadrilha Julina

Quadrilha Julina

Já o encerramento dessa 1ª Mostra Cultural trouxe o balanço do forró com a banda Adrenalina Mil. Cantando hits próprios e sucessos nacionais em todas as rádios, o grupo deixou a noite ainda mais festiva. Muita dança e cantoria finalizaram o evento com chave de ouro.

Adrenalina Mil

Enquanto isso, no intervalo entre as apresentações, não faltou coisa boa: uma programação especial no programa Pimentas no Ar, com músicas de sucesso e muita informação para atualizar a comunidade; além do Programa Estação Teen com uma playlist especial para os jovens que acompanham a rádio.

Paralelamente, dentro do nosso espaço, rolou um bingo cheio de prêmios para quem quisesse participar. De crianças a idosos, ninguém ficou de fora. Logo ao lado, a Exposição Lata na Mão trazia um acervo criado por meio de atividades já executadas por nossos alunos, contando com fotos, criações e uma espiral do tempo refletindo a progressão do trabalho com o jornal da ComCom. Além disso, foi o momento de gravar depoimentos e experiências retratados por nossos educadores com pessoas da comunidade e profissionais que vieram mostrar seu trabalho.

Entrevistas Sítio em Ação

Entrevistas Sítio em Ação

Instalação

Instalação

A criançada não podia ficar parada, para isso, muito pula-pula, algodão-doce, cama elástica e piscina de bolinha! Mas sempre dando aquela pausa para aproveitar as delícias que rechearam as barracas presentes: muito milho, arroz doce, cachorro-quente, tapioca, churrasco, açaí, caldos, massas, pastel, batata frita… Só o melhor para quem não perde a chance de saborear tanta coisa gostosa!

Atividade Infantil

Atividade Infantil

Empreendimentos Culinários

Empreendimentos Culinários

Depois de muito trabalho, esse foi o resultado dessa Mostra Cultural linda feita pela e para a nossa comunidade. O Sítio São Francisco recebeu de braços abertos esse evento e veio em massa prestigiar a arte local com muito carinho e respeito. Que seja a primeira de muitas outras confraternizações que valorizam o Pimentas e seus moradores!

 

 

1º Mostra Cultural do Sítio São Francisco

Confraternização dos Projetos Sociais, Comidas Típicas, Quadrilha, Arte, Música, Alegria e muita diversão.

Sítio São Francisco terá sua primeira Mostra Cultural

Sábado, dia 08 de julho, a rua 09 será palco da 1ª Mostra Cultural do Sítio São Francisco! Traga sua família e venha compartilhar com a gente esse momento importante para nossa comunidade.

1ª Mostra Cultural do Sítio São Francisco

1ª Mostra Cultural do Sítio São Francisco

O intuito da festa é valorizar a produção artística, cultural e gastronômica da região do Pimentas por meio de shows, apresentações e a venda de comidas típicas das festas de juninas. Fique de olho nas nossas redes sociais, logo mais divulgaremos a programação com todas as atrações!

 

 

Experiência e Vivência no Projeto ComCom – Palavra do Educando

O Projeto ComCom – Pimentas marcou, e ainda marca, a vida de muitos jovens da região. Vários talentos já foram descobertos lá, e um deles, foi o Gabriel.

Integrante da turma intermediária de TV e do Coletivo Kinoférico, Gabriel, de 19 anos, estuda engenharia civil e também auxilia na parte estética do jornal.

Confira abaixo o depoimento dele:

Conheça o ‘‘Estação Teen’’: novo programa da web rádio do projeto

Nessa sexta-feira (19/05), foi ao ar a primeira edição do novo programa da Rádio ComCom: Estação Teen.

A ideia partiu de um grupo de alunos da turma intermediária de rádio, que sentiu a necessidade de atrair o publico mais jovem, uma vez que o carro-chefe da rádio, o programa Pimentas no ar, apresenta um conteúdo mais informativo.

Em clima de descontração, Vitoria Gualberto e Luciene Cristina, falam sobre lançamento de séries, filmes, músicas e tudo o que envolve a cultura pop.

Lá você pode ouvir um pouco de tudo. Tem Miley Cyrus, Simone e Simaria, Katy Perry, Ludmilla, Ed Sheeran, Anitta e muito mais!

O programa rola toda sexta-feira, das 16h às 17h, no site http://www.radiocomcom.com.br/ ou no app da rádio.

Baixe o app grátis:

iOS: https://itunes.apple.com/us/app/radio-comcom/id1134563638?l=pt&ls=1&mt=8

Android: https://play.google.com/store/apps/details?id=com.radioco6

destaq-estacao-teen

‘As cores da urbanidade’

Lançamento do livro ‘As cores da urbanidade’ no MCB mostra o trabalho social com moradores dos bairros-cota de Cubatão de autoria da jornalista Lorette Coen, livro terá lançamento realizado pelo Museu da Casa Brasileira em 27 de abril.

‘As cores da urbanidade’

‘As cores da urbanidade’

O trabalho técnico social da Companhia Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) como parte substancial do projeto para a recuperação ambiental da Serra do Mar, em Cubatão (SP), é tema central do livro “As cores da urbanidade”, da jornalista Lorette Coen. Publicada em português e inglês, a obra será lançada nesta quinta-feira, 27 de abril às 19h, em evento realizado pelo Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo. A entrada é gratuita.

A autora relata o trabalho sociocultural integrado a um plano de requalificação urbana que acompanha a intervenção do Governo do Estado nos bairros-cota de Cubatão, no âmbito do Programa Serra do Mar. As inúmeras imagens que ilustram o livro foram registradas, ao longo desse processo, pelo Projeto Com Com de comunicação comunitária, que integra o trabalho social da CDHU.

‘As cores da urbanidade’

‘As cores da urbanidade’

Nos bairros-cota, um pequeno laboratório urbanístico se instalou e as suas experiências são narradas e analisadas no livro. Uma metamorfose ocorre no local: no bairro Cota 200, moradores tornaram-se habitantes de uma vila colorida, decorada e equipada, provida de ruas e espaços públicos, onde antes eram vielas sem infraestrutura. Esses moradores são atores dessa mudança, visível em suas moradias, nas paredes pintadas e nos mosaicos, que espelham sua identidade.

Lorette Coen, que também é ensaísta e curadora de exposições, descreve no livro o processo, as resistências, os obstáculos e as formas da ação. Mostra como um trabalho artístico alimentou e fortaleceu o projeto social, assim como contribuiu para a construção da confiança entre a população e a equipe do projeto estadual.

“Com a realização deste lançamento o MCB se coloca mais uma vez como espaço que centraliza o debate das questões ligadas à urbanização, ocupação do território e cidadania, consolidando sua vocação para os temas em questão”, afirma Miriam Lerner, diretora geral do Museu da Casa Brasileira.

O trabalho técnico social da CDHU junto às comunidades não se limita ao reassentamento das famílias residentes na Serra do Mar. São atividades e projetos voltados à cidadania, cultura, identidade com o espaço habitado, promoção da autonomia e emancipação comunitária, requalificação profissional, geração de renda e sustentabilidade.

A metodologia utilizada está centrada na promoção de ações voltadas à participação e ao engajamento efetivos da população, concretização de espaços de fortalecimento da cidadania e no desenvolvimento sustentável do território. Com a mudança uma nova identidade comunitária, surge e busca-se a valorização da identidade existente das pessoas antes do processo.

Entre os trabalhos desenvolvidos estão os projetos “Agentes Comunitários de Urbanização”, pelo qual são formados interlocutores da comunidade com a CDHU; “Arte nas Cotas”, de oficinas artísticas de pintura, estêncil e mosaico; “ComCom”, que produz programas de rádio, debates, entrevistas e matérias para o jornal da comunidade; “Núcleo de Economia Solidária e Desenvolvimento Local”, que desenvolve atividades de geração de renda; “Cota Viva”, com objetivo de promover ações práticas e educativas de meio ambiente; e  “Turismo de Base Comunitária”, voltado à sustentabilidade do novo bairro.

SERVIÇO

 Lançamento do livro: As cores da urbanidade

27 de abril, quinta-feira às 19h – entrada gratuita

Local: Museu da Casa Brasileira (11) 3032.3727

Av. Brig. Faria Lima, 2705 – Jd. Paulistano