Tag Archives: ComCom

II EXPO PIMENTAS

expo-pimentas-2019-web3

II EXPO PIMENTAS

Semana da Expo Pimentas tem programação baseada na
Comunicação Comunitária e Arte Urbana

Projeto ComCom Pimentas apresenta, nos dias 9, 11, 13 e 14 de dezembro de 2019, a mostra Expo Pimentas, uma seleção de trabalhos dos alunos, colaboradores e educadores do projeto. O evento contará com exposição de fotos e vídeos, apresentações musicais, tour das artes, oficinas e festa com referência a comunicação comunitária e artes visuais nas áreas de urbanização do bairro Pimentas em Guarulhos.

A programação criada pelo ComCom, que oferece há seis anos no bairro cursos e oficinas gratuitas, com apoio da CDHU e os projetos Varre Vila, Música nos Pimentas e Criadoras de Sabores, tem início no dia 9 de dezembro com o concerto do projeto Música no Pimentas, coordenado pelo maestro Henrique Muller. No mesmo dia ocorre ainda o Tour das Artes, um passeio guiado pelas mais de trinta pinturas que fazem parte do Projeto Intervenções Artísticas na Urbanização do Sítio São Francisco, e na Escola Rafael Rodrigues Filho terá o bate-papo com a equipe da Rádio ComCom, que levará sua experiência da web rádio para os alunos da escola.

Nos dias 11 e 13 de dezembro a programação contempla as oficinas colaborativas entre artistas, na quarta, Nicole Pinheiro, que trabalha as colagens manuais como forma de expressão, se junta a Paulo Brasyl, que usa a fotografia e o vídeo para criar projeções mixadas. No dia 13 a oficina tem Amanda Favali com as técnicas de estêncil e desenho a mão livre junto com o grafiteiro hiper-realista FND. As oficinas têm inscrição gratuita e pode ser feita por alunos a partir dos 12 anos de idade.

Todo o material produzido nas oficinas e captado durante os primeiros dias pela equipe do Projeto ComCom estarão no dia 14 de dezembro na festa que reúne os trabalhos dos alunos, colaboradores e educadores do projeto. Além da apresentação do coreógrafo Hélio Lima, a música da dupla Izabela Vieira e Beatriz Figueirôa, e o cantor Robertinho de Bezerros. A sede do projeto traz ainda atividades infantis e a gastronomia local para receber a todos nesse grande encontro da Comunicação Comunitária.

EXPO PIMENTAS 2019
Dias 9, 11, 13 e 14 de dezembro
Rua Antonio Dias dos Santos, 254
Jardim Alice – Guarulhos

WhatsApp: 11 99295-9884
Facebook.com/projetocomcom.pimentas
Instagram.com/projetocomcom.pimentas
Blog: projetocomcompimentas.wordpress.com

A Rádio ComCom participará do Encontro das Rádios Comunitárias

Neste sábado, dia 21, a partir das 14h, o MUMBI – Museu Memória do Bixiga​ (R. dos Ingleses, 118, região central de SP), recebe o “Encontros das Rádios Comunitária”.

Acesse a página do evento: https://www.facebook.com/events/951025088566014/

Participe do evento que pretende levar você para dentro de uma programação de rádio: música, discotecagem, bate papo com Rádio ComCom​ (Projeto Comcom Pimentas), Rádio Comunidade​ (Capão Redondo), Rádio Comunitária HeliópolisRadio Saracura (Bixiga) e muito mais. Evento gratuito. Participe!

WhatsApp Image 2019-09-20 at 11.21.11

CURSO DE COMUNICAÇÃO COMUNITÁRIA 2019 | 2º SEMESTRE | INSCRIÇÕES ABERTAS E GRATUITAS

O PROJETO COMCOM PIMENTAS oferece o Curso de Comunicação Comunitária onde o aluno tem a possibilidade de entender e experimentar a produção comunitária com informações baseadas nas mídias Rádio, TV, Jornal e Internet, e pautas que atendam a comunidade, além de noções de uma produção audiovisual com foco no trabalho colaborativo entre os alunos e seus educadores.

arte_curso2SEM2019_instagram-facebook

LINK P/ INSCRIÇÃO ONLINE: https://forms.gle/bQjh4CzwSJ6ZTGDi9

Você terá a oportunidade de aprender a produzir videorreportagens, documentários, podcasts, jornais, vinhetas e etc.

A oficina é gratuita e tem a duração de dois meses. A idade mínima para participar é de 12 anos. Não existe idade máxima, nem nível de escolaridade. Para certificação é necessário 75% de participação.

Primeiro dia de aula: 23 de setembro de 2019.

As aulas serão todas as segundas e quartas.
Horário das 14hrs às 17hrs

Local: Rua Antônio Dias Santos, 254, no bairro Jardim Alice. Próximo ao bairro Conjunto Marcos Freire e à escola estadual Profª Alayde Maria Vicente.

 

Cursos de férias no ComCom Pimentas

curso-de-ferias-comcom-pimentas

As férias chegaram e você está esperando o que para aprimorar os seus conhecimentos? O Projeto ComCom Pimentas lança nos meses de julho e agosto cinco mini cursos com os temas: Fotografia Digital, Arte Urbana, Rádio Web, Vídeo Produção e Produção Gráfica. As aulas ocorrerão das 14h às 17h no espaço do projeto localizado na Rua Antonio Dias dos Santos, 254, no Jardim Alice em Guarulhos.

Todos os cursos são gratuitos e com certificado ao final. A idade para participar das oficinas é a partir dos 12 anos de idade. Você pode fazer sua inscrição no local ou então num formulário online clicando AQUI.

Venha fazer parte do Projeto ComCom Pimentas, são cursos na área da comunicação comunitária onde o educando aprende na prática a trabalhar com pautas que atendam a sua comunidade.

Palavra do Educando – Wesley Gabriel

wg_palavra

Meu nome é Wesley Gabriel, tenho 23 anos, moro no Conjunto Marcos Freire, em Guarulhos e sou educador, cineasta e fotógrafo.

Cheguei no Comcom Pimentas em meados de 2013. Na época eu cantava rap e tinha feito uma música relacionada ao bairro Sítio São Francisco e sua urbanização, por conta disso, fui convidado pelo agente comunitário Léo Lima para participar de uma matéria do jornal Sítio em Ação. A partir desse encontro, fui informado sobre as oficinas das três mídias (Rádio, TV e Jornal) e participei de todas, inclusive sou da primeira turma aberta dos cursos de Comunicação Comunitária.

Comecei como educando, fui me aperfeiçoando tanto aqui quanto fora, fazendo outros cursos, buscando conhecimento da mídia. E hoje, após quase seis anos, dou aulas e faço a direção do segmento de vídeos do projeto aqui nos Pimentas.

Este ano, 2019, consegui pelo ProUni uma bolsa integral e decidi cursar Fotografia (curso tecnólogico) na UNG. Escolhi o curso por que ele está relacionado com a minha área que é o Cinema e o Audiovisual. Antes de entrar na faculdade, já tinha feito outros cursos técnicos da mesma área, como cinema e direção de fotografia. Então já tenho uma experiência no ramo, mas não uma graduação.

O próprio Projeto Comcom Pimentas me deu experiência e conceitos em fotografia no vídeo. Tenho aproveitado bastante neste primeiro semestre essa relação: o que aprendo na prática no projeto, desenvolvo na teoria na faculdade e vice-versa.

10ª Edição – Jornal Sítio em Ação

10ª Edição – Jornal Sítio em Ação

Clique aqui para ler a  10ª Edição – Jornal Sítio em Ação

Crônica Comcom

Devaneios

img_9928Crônica escrita por Beatriz Figueirôa, educanda da oficina de Jornal.

Aula de geometria. O assunto? Triângulos. Pelo menos era o que Alice achava. Estava entediada e não prestava atenção. Odiava matemática e suas vertentes. Seu celular vibrou em sua carteira e uma notificação do Facebook a avisou que o garoto que ela tinha uma queda desde o oitavo ano a adicionara.

Sem mais delongas, Alice chamou Pedro para “trocar uma ideia” no Messenger. Conversaram hoooooras… Sobre tudo! Sobre como Millie Bobby Brown estava ótima como Eleven em Stranger Things, sobre política, sobre formigas e sobre como sorvete de morango com açaí é delicioso.

Pedro era Caetano e Marias. Alice era Radiohead e Anitta. Ele Stephen King e Carlos Drummond de Andrade. Ela J.K. Rowling e Simone de Beauvoir. Ele poeta, ela ativista. Mesmo tão opostos eram como “verso e poesia, outono e ventania, praia e carioca”.

imagem_devaneios

Decidiram se encontrar no domingo. Alice escolheu o programa. Iriam assistir a um filme da sessão de clássicos do Cinemark. Ela planejou tudo em sua cabeça: assistiriam Bonequinha de Luxo, por causa da Audrey Hepburn, ele seguraria a sua mão durante o filme, dividiriam a pipoca e depois um milk-shake. Uma chuva de clichês que Alice amava; algo que começou de maneira tão geração do Merthiolate que não arde, estava se tornando uma cena de um filme hypado dos anos 90.

Quinta. Sexta. Sábado. FINALMENTE DOMINGO! Ela colocou o vestido de pregas macho que sua Tia Rita fizera. Ele colocou uma camisa jeans e seu melhor perfume. Estava nervoso!

Se encontraram no parque próximo ao shopping. Pedro levou peônias. Alice gostava de peônias, porque gostava de Gossip Girl. Gostava de Gossip Girl, porque gostava da personagem Blair Waldorf, que por sua vez, gostava de peônias; algo que Pedro descobriu através da famigerada stalkeada. Eles sabiam tudo um sobre o outro.

As coisas começaram a rolar desfiladeiro abaixo, quando ao invés de Audrey e George Peppard Alice viu Al Pacino e Marlon Brando. Pedro não segurou sua mão, mas ficou repetindo as falas de Don Vito Corleone. Não teve pipoca. Ele não gosta. Nem milk-shake.

enhanced-22790-1404762930-14

Depois do filme, foram comer algo. As pautas para conversa acabaram e o silêncio constrangedor sobrou. Alice começou a devanear. Lembrou de um texto que Tiago Iorc publicou no Instagram, contando que as moças de uns 100 anos atrás, iam ao Theatro Municipal do Rio de Janeiro para serem cortejadas. Naquele tempo, existia um sofá de três lados, chamado namoradeira. A moça sentava de um lado, o rapaz do outro e, no terceiro lado, o pai da moça acompanhava o cortejo de perto, para dar o aval. Alice achou romântico.

Em meio a tantos pensamentos vertiginosos, começou a suar. Será que a conversa tinha morrido porque ela era chata? Ou porque ela tinha dormido no filme? Será que foi algo que ela disse? Ela chegou à conclusão que foi porque eles já sabiam tudo um do outro. Ela culpou a internet por roubar esse momento.

Quando se deu conta, Pedro a encarava e perguntou se estava tudo bem. Ela disse que sim, mas que estava cansada e queria ir pra casa. Ele a levou e se despediu com um beijo na testa. Ela sorriu. Ele também.

Alice entrou em casa. Pedro foi embora. Ela subiu para o seu quarto e enquanto se “desmontava” em sua penteadeira, mais pensamentos faziam alarde.

Alice estava chateada. O encontro pelo qual sempre sonhou, acabou com uma conversa morta. Mas ela pensou consigo mesma: “tudo bem Alice, conversas morrem mesmo, tal como encontros e relacionamentos. O que fica são as memórias e as trocas de conhecimento”.

Em um suspiro aliviado, ela se conformou. Ela não estava de todo triste, seu cochilo durante o filme foi ótimo.