Tag Archives: depoimento

Palavra do Educando – Gustavo Stefano

palavraeducando_stefano

Meu nome é Gustavo da Silva Stefano, tenho 18 anos e moro no Jardim Vermelhão na cidade de Guarulhos, São Paulo. Atualmente trabalho como fotógrafo.

Cheguei no Comcom Pimentas em 2017, por meio de pessoas que faziam capoeira comigo. Como eu estava procurando alguma coisa envolvida com o audiovisual, acabei me interessando e resolvi participar. No projeto, fiz cursos de TV, Rádio e Jornal. Esta experiência aqui foi muito importante na questão de me guiar para o caminho que escolhi seguir, que foi a Fotografia.

Videorreportagem produzida pela turma básica da oficina de TV com a participação do Gustavo.

 

Atualmente sou estudante do Senac Lapa Scipião, faço o curso de Tecnologia em Fotografia e trabalho no meio do Audiovisual, Fotografia, Vídeo e etc.

 

Curta-metragem produzido como exercício da turma básica da oficina de TV também com a atuação do Gustavo.

 

Anúncios

Palavra do Educando – Wesley Gabriel

wg_palavra

Meu nome é Wesley Gabriel, tenho 23 anos, moro no Conjunto Marcos Freire, em Guarulhos e sou educador, cineasta e fotógrafo.

Cheguei no Comcom Pimentas em meados de 2013. Na época eu cantava rap e tinha feito uma música relacionada ao bairro Sítio São Francisco e sua urbanização, por conta disso, fui convidado pelo agente comunitário Léo Lima para participar de uma matéria do jornal Sítio em Ação. A partir desse encontro, fui informado sobre as oficinas das três mídias (Rádio, TV e Jornal) e participei de todas, inclusive sou da primeira turma aberta dos cursos de Comunicação Comunitária.

Comecei como educando, fui me aperfeiçoando tanto aqui quanto fora, fazendo outros cursos, buscando conhecimento da mídia. E hoje, após quase seis anos, dou aulas e faço a direção do segmento de vídeos do projeto aqui nos Pimentas.

Este ano, 2019, consegui pelo ProUni uma bolsa integral e decidi cursar Fotografia (curso tecnólogico) na UNG. Escolhi o curso por que ele está relacionado com a minha área que é o Cinema e o Audiovisual. Antes de entrar na faculdade, já tinha feito outros cursos técnicos da mesma área, como cinema e direção de fotografia. Então já tenho uma experiência no ramo, mas não uma graduação.

O próprio Projeto Comcom Pimentas me deu experiência e conceitos em fotografia no vídeo. Tenho aproveitado bastante neste primeiro semestre essa relação: o que aprendo na prática no projeto, desenvolvo na teoria na faculdade e vice-versa.

Palavra da Educanda – Nicole Pinheiro

Untitled-1

Meu nome é Nicole Pinheiro, tenho 20 anos, moro no Jardim Maria de Lourdes, em Guarulhos e sou colagista manual.

WhatsApp Image 2019-04-12 at 16.14.57 (1)

Eu conheci o Comcom Pimentas através de redes sociais em 2014, porém, meu contato foi somente em 2018 quando realizei o curso de comunicação comunitária. O curso me ajudou muito a entender as diversas áreas de atuação de um comunicador, além de me proporcionar uma maior extroversão e destimidez pessoal.

whatsapp-image-2019-04-12-at-16.14.57.jpeg

Desde então, tenho me envolvido com o projeto de forma efetiva atuando principalmente no campo da TV. Em 2019, entrei na Universidade Federal de São Paulo no curso de História da Arte, e tenho desenvolvido diversos projetos pessoais artísticos com o apoio do Comcom.

Sinto que estou em constante evolução graças aos aprendizados que o Comcom Pimentas me proporcionou, e espero que isso seja só o começo de uma longa jornada de produções e vivências artísticas.

WhatsApp Image 2019-04-12 at 16.14.58

 

Palavra do Educando – Wallace Silva

 

wallace2

Wallace Silva

Meu nome é Wallace, tenho 21 anos, moro no Sítio São Francisco, em Guarulhos. Sou beatmaker e produtor musical.

(EP produzido pelo Wallace)

Meu primeiro contato com o Comcom Pimentas foi em 2016, numa época de grande falta de perspectiva. Após ingressar nos cursos de Rádio, TV e Jornal, me senti mais motivado e a oportunidade de participar em toda aquela articulação cultural me ajudou aos poucos a firmar meu local no mundo. Depois de ter me afastado do projeto por um tempo, retornei em 2018, como produtor de conteúdo e com uma atuação mais ativa.

O Comcom me ajudou, entre outras coisas, a despertar minhas potencialidades e acreditar que é possível produzir conteúdo autêntico de maneira independente. Graças à essa possibilidade, pude ampliar meus horizontes e buscar um sonho antigo: ingressar na universidade.

Em 2019, passei no curso de Ciências Sociais na Universidade Federal de São Paulo, e, a partir daqui, pretendo buscar, junto ao projeto, novos jovens que possam aderir à perspectivas mais amplas acerca de sua própria capacidade.

Sem a experiência que tive no Comcom, minha falta de perspectiva poderia ter me levado à outras escolhas, nesse sentido, o projeto trouxe a maturidade necessária para minha auto-gestão, um trabalho social que merece respeito e que influencia diretamente na escolha do meu curso. Hoje, o projeto faz parte da minha semana, da minha rotina e da minha vida, compreende boa parte da minha história e do meu crescimento.

Me sinto extremamente grato por toda a experiência.

 wallace2

Palavra do Educando – Erick Novais

IMG-20180113-WA0052

Erick Novais – 22 anos

Fotógrafo e Produtor de Vídeo
Guarulhos-SP

Redes sociais:

Facebook 

Instagram: @_ericknoovais

Bio:

Influenciado pelo saber artístico desde sempre por minha família, a Fotografia foi a porta para enxergar o mundo de outra forma e poder registrar diferentes momentos e sentimentos. Em 2014 tive um contato mais intenso de crescimento artístico e, desde então espalho meus clicks por aí.

Os estudos formais e informais sempre foram aliados para a minha evolução e hoje sou formado pela Universidade de Guarulhos (UNG) em Fotografia, além de compor o Coletivo Criô, Projeto ComCom Pimentas e Coletivo TRANS-POR.

Coletivo Criô:
Desde o fim da oficina de Multimeios na Fabrica de Cultura de Sapopemba, queríamos que não acabasse o contato e as produções Audiovisuais, o Coletivo foi criado no ano de 2017 e é formado por 4 pessoas. Atualmente esta sendo produzido um documentário sobre a evolução do Bairro do Jardim Conquista em Sao Mateus, bairro que teve sua evolução pelos próprios moradores.

Redes sociais:

Facebook

Instagram: @coletivocrio

Projeto Comcom Pimentas:
Conheci o projeto através de amigos e demonstrei o interesse por participar no primeiro semestre de 2017, principalmente por ter oficinas no bairro onde moro. Fiz a oficina básica de TV, participei de diversos workshops e, atualmente, estou na equipe do Intermediário, onde realizo trabalhos de registros fotográficos e edição de foto e vídeo.

Redes Sociais:

Facebook

Blog

Instagram: @projetocomcompimentas

Coletivo TRANS-POR:
É um projeto de difusão, experimentação e produção das diferentes possibilidades criativas existentes a partir da interface de Dança, Video-Animação e Musica, tendo como suporte para veiculação de suas produções a linguagem audiovisual.

Redes Sociais:

Facebook

Instagram: @coletivotranspor

Outras Colaborações:

Em outubro de 2017, participei da produção do curta-metragem “No Rolê“ do Coletivo Kinoférico, onde atuou como um dos protagonistas. A trama do filme trata sobre as desventuras de uma dupla de grafiteiros periféricos pelas festas na quebrada. O curta recebeu o prêmio de Melhor Direção Nacional e Melhor Edição Nacional no Desafio 24 Horas do 2º Goiânia Film Festival, além de ter sido exibido recentemente em Portugal.

Redes Sociais (Coletivo Kinoférico):

Facebook 

YouTube

 

Jogo de Cena – II

Em seus quatro anos de oficinas básicas de comunicação oferecidas ao público em geral, o Projeto Comcom Pimentas atingiu em média mais de 500 moradores da região onde atua e dos arredores. Desse número, uma boa parcela de educandos se formaram dentro dos três campos midiáticos que são trabalhados: Jornal, TV e Rádio. Entre eles, alguns permaneceram no projeto, tendo suas vidas influenciadas pela experiência nas aulas e produções, e até o momento continuam articulando e produzindo em novas instâncias de aprendizado que são o Intermediário e o Avançado. Além disso, estão também desenvolvendo uma formação como educomunicadores, ministrando oficinas e workshops como forma de reproduzir e compartilhar o conhecimento adquirido dentro do processo das atividades realizadas no projeto.

Dito isso, nós agora iniciamos uma nova série de vídeos chamada Jogo de Cena, onde os educandos formados, ainda atuantes, dão depoimentos sobre suas experiências no projeto e como suas vidas foram transformadas a partir delas.

Confira agora:

Jamilly Oliveira – Educanda da Oficina Básica de TV

 

Renata Santos – Educanda do Intermediário da TV

Vitória Gualberto – Educanda do Intermediário de Rádio, sonoplasta do programa Pimentas no Ar, produtora, roteirista e editora do programa Estação Teen e co-educadora na Oficina de Rádio.

 

Confira a primeira postagem desta série: Jogo de Cena – I

Jogo de Cena – I

Em seus quatro anos de oficinas básicas de comunicação oferecidas ao público em geral, o Projeto Comcom Pimentas atingiu em média mais de 500 moradores da região onde atua e dos arredores. Desse número, uma boa parcela de educandos se formaram dentro dos três campos midiáticos que são trabalhados: Jornal, TV e Rádio. Entre eles, alguns permaneceram no projeto, tendo suas vidas influenciadas pela experiência nas aulas e produções, e até o momento continuam articulando e produzindo em novas instâncias de aprendizado que são o Intermediário e o Avançado. Além disso, estão também desenvolvendo uma formação como educomunicadores, ministrando oficinas e workshops como forma de reproduzir e compartilhar o conhecimento adquirido dentro do processo das atividades realizadas no projeto.

Dito isso, nós agora iniciamos uma nova série de vídeos chamada Jogo de Cena, onde os educandos formados, ainda atuantes, dão depoimentos sobre suas experiências no projeto e como suas vidas foram transformadas a partir delas.

Confira agora:

Naily Martins – Educanda da Oficina Básica de TV

Wesley Souza – Educando do Intermediário de Jornal e TV, Cineasta, Fotógrafo, Editor de Fotos e Diagramador e Graduando de Licenciatura em Artes Visuais na UFOB (Universidade Federal do Oeste da Bahia)

Alan Neves – Educando do Intermediário de TV