Tag Archives: Urbanização

INTERVENÇÕES ARTÍSTICAS NA URBANIZAÇÃO DO SÍTIO SÃO FRANCISCO

07-05-2018-intervencao-artistica-sitio-sao-francisco__IMG-6185

Nos últimos dias 05, 06 e 07 ocorreu uma ação do projeto Intervenções Artísticas na Urbanização do Sítio São Francisco na Rua 10, no bairro homônimo localizado na região do Bairro dos Pimentas. Sua proposta visa construir uma cartografia colaborativa com sinergia entre os moradores do Sítio São Francisco e o espaço onde vivem, no qual sejam estruturadas ações artísticas que venham a dialogar com o espaço público que está em constante transformação nas suas vivências individuais e coletivas. O processo de urbanização e a arte em ações conjuntas a partir da pintura, graffiti, iluminação, projeções ou vídeo-instalações com a participação do imaginário simbólico do bairro e suas histórias, mitos, ritos e lendas.

O local da primeira ação se deu no muro da residência do morador Nelson José Alves Ferreira, onde houve a pintura de uma ilustração projetada pelo artista visual Paulo Meira (O‘Meira), que em seus trabalhos versa entre o design, graffiti e a ilustração no cenário urbano.

A realização da arte também teve a assistência de dois grafiteiros da região dos Pimentas: Rogério dos Santos, o IRC, e Fernando Manoel da Silva, também conhecido como FND”, além da pintora Luzia Aparecida, que já fez parte do projeto Ateliê Arte em Pimentas. Articulação da ação ficou por conta do Projeto Comcom Pimentas, com o arte-educador Fábio Santos, o agente comunitário Fernando Tadeu, o coordenador do Jornal Pablom Garcia e o coordenador geral André Gustavo Castro.

Pensando nas formas de expressões urbanas como uma forma de ter acesso livre e gratuito a uma experiência estética em espaços públicos de frequente circulação, pretendemos continuar com nossas atividades de intervenções artísticas com o viés de ressignificar a imagem do bairro.

IMG-20180506-WA0037

(dir. à esq.) Paulo Meira (O’Meira), Rogério dos Santos (IRC) e Fernando Manoel (FND).

 

Anúncios

‘As cores da urbanidade’

Lançamento do livro ‘As cores da urbanidade’ no MCB mostra o trabalho social com moradores dos bairros-cota de Cubatão de autoria da jornalista Lorette Coen, livro terá lançamento realizado pelo Museu da Casa Brasileira em 27 de abril.

‘As cores da urbanidade’

‘As cores da urbanidade’

O trabalho técnico social da Companhia Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) como parte substancial do projeto para a recuperação ambiental da Serra do Mar, em Cubatão (SP), é tema central do livro “As cores da urbanidade”, da jornalista Lorette Coen. Publicada em português e inglês, a obra será lançada nesta quinta-feira, 27 de abril às 19h, em evento realizado pelo Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo. A entrada é gratuita.

A autora relata o trabalho sociocultural integrado a um plano de requalificação urbana que acompanha a intervenção do Governo do Estado nos bairros-cota de Cubatão, no âmbito do Programa Serra do Mar. As inúmeras imagens que ilustram o livro foram registradas, ao longo desse processo, pelo Projeto Com Com de comunicação comunitária, que integra o trabalho social da CDHU.

‘As cores da urbanidade’

‘As cores da urbanidade’

Nos bairros-cota, um pequeno laboratório urbanístico se instalou e as suas experiências são narradas e analisadas no livro. Uma metamorfose ocorre no local: no bairro Cota 200, moradores tornaram-se habitantes de uma vila colorida, decorada e equipada, provida de ruas e espaços públicos, onde antes eram vielas sem infraestrutura. Esses moradores são atores dessa mudança, visível em suas moradias, nas paredes pintadas e nos mosaicos, que espelham sua identidade.

Lorette Coen, que também é ensaísta e curadora de exposições, descreve no livro o processo, as resistências, os obstáculos e as formas da ação. Mostra como um trabalho artístico alimentou e fortaleceu o projeto social, assim como contribuiu para a construção da confiança entre a população e a equipe do projeto estadual.

“Com a realização deste lançamento o MCB se coloca mais uma vez como espaço que centraliza o debate das questões ligadas à urbanização, ocupação do território e cidadania, consolidando sua vocação para os temas em questão”, afirma Miriam Lerner, diretora geral do Museu da Casa Brasileira.

O trabalho técnico social da CDHU junto às comunidades não se limita ao reassentamento das famílias residentes na Serra do Mar. São atividades e projetos voltados à cidadania, cultura, identidade com o espaço habitado, promoção da autonomia e emancipação comunitária, requalificação profissional, geração de renda e sustentabilidade.

A metodologia utilizada está centrada na promoção de ações voltadas à participação e ao engajamento efetivos da população, concretização de espaços de fortalecimento da cidadania e no desenvolvimento sustentável do território. Com a mudança uma nova identidade comunitária, surge e busca-se a valorização da identidade existente das pessoas antes do processo.

Entre os trabalhos desenvolvidos estão os projetos “Agentes Comunitários de Urbanização”, pelo qual são formados interlocutores da comunidade com a CDHU; “Arte nas Cotas”, de oficinas artísticas de pintura, estêncil e mosaico; “ComCom”, que produz programas de rádio, debates, entrevistas e matérias para o jornal da comunidade; “Núcleo de Economia Solidária e Desenvolvimento Local”, que desenvolve atividades de geração de renda; “Cota Viva”, com objetivo de promover ações práticas e educativas de meio ambiente; e  “Turismo de Base Comunitária”, voltado à sustentabilidade do novo bairro.

SERVIÇO

 Lançamento do livro: As cores da urbanidade

27 de abril, quinta-feira às 19h – entrada gratuita

Local: Museu da Casa Brasileira (11) 3032.3727

Av. Brig. Faria Lima, 2705 – Jd. Paulistano

10ª Edição – Jornal Sítio em Ação

10ª Edição – Jornal Sítio em Ação

Clique aqui para ler a  10ª Edição – Jornal Sítio em Ação

Imagens aéreas do Sítio São Francisco

Cobertura Colaborativa de Imagens aéreas do Sítio São Francisco. O objetivo desta intervenção audiovisual aérea é demonstrar de outros ângulos os desdobramentos do processo de urbanização na região do Sítio São Francisco.

Começaram as atividades do segundo semestre no ComCom Pimentas!!!

Depois dos cursos de férias de interpretação, fotografia, quadrinhos e web rádio, no dia 24 de agosto começaram novamente os cursos regulares de Rádio, Tv e Jornal oferecidos pelo ComCom Pimentas.

Jornal

Já nessas primeiras semanas, os alunos tiveram a oportunidade de conhecer um pouco a história do cinema e já se familiarizar com planos fotográficos usados na produção televisiva. Nos cursos de rádio e jornal os alunos aprenderam e vivenciaram a construção de uma pauta e também como se estrutura uma notícia.

img_8719

Durante as aula os alunos puderam soltar a voz e a caneta na produção de textos autorais como a crônica e na criação dos seus próprios programas de rádio. Além dessas atividades, consolidadas e conhecidas que o ComCom desenvolve a alguns anos, nesse semestre foram estruturadas atividades lúdicas com as crianças que procuraram os cursos, como: passeios, grupo de leitura e jogos.

img_6803

Já o pessoal que integra o curso intermediário, alunos que já passaram pelos cursos regulares em outros semestres, nesse momento produzem uma matéria sobre a questão da mulher e também trabalham na edição e na produção visual da próxima edição do jornal produzido pelo projeto.

Atividade Lúdica e Educomunicativa.

Rádio Com Com – Programa Pimentas no Ar

A partir de agora o aplicativo da Rádio ComCom está disponível para tablets e smartphones na App Store e no Google Play. Com o aplicativo você tem a melhor programação na palma da mão e fica sintonizado com notícias sobre o mundo, arte e urbanização, além de boas músicas.

Baixe o aplicativo:

Baixe o aplicativo da Rádio ComCom: IOS https://goo.gl/LmQcBZ e ANDROID https://goo.gl/rE58eV

Rádio ComCom

Rádio ComCom

Mais Conhecimentos e Saberes

Entre os dias 08 e 12 de Agosto ocorrerão inéditos workshops formativos no espaço do Projeto Comunicação Comunitária Pimentas, esse é um convite aberto para a toda comunidade dos bairros dos pimentas e maiores interessados.

 Workshop de Quadrinhos: Nos dias 08 e 10, os encontros focados serão em dois campos da construção de uma história em quadrinhos: o desenho e a narrativa. Os alunos terão contato com conceitos de roteiro, ilustração, diagramação e composição de personagens para terem as ferramentas básicas que lhes possibilitem produzir narrativas imagéticas-textuais, como um fanzine (publicação impressa independente), por exemplo. Com o educomunicador Nelson Simplício convidando o quadrinista Pedro Ramos.

workshop_hq_divulgação.jpg

Quadrinhos

 Workshop Direção Cinematográfica: No dia 12, acontecerá uma troca de saberes, onde o medidor (educador) e os educando construirão um pilar sólido sobre a função e a ação do diretor no sete de filmagem, desta maneira os alunos terão contato com os planos de filmagem; as formas de abordagem dos roteiros; a análise fílmica; o trabalho com atores; entre outras coisas; tudo isso será vivenciado pelos próprios alunos através do exercício prático no dia. Com o educomunicador Fábio Santos.

Cartaz_Direção_Oficial.jpg

Direção Cinematográfica

 

Vale lembrar que as propostas das atividades foram idealizadas e construídas na relação do Projeto ComCom Pimentas e os seus educandos/educadores do nível intermediário em parceria com o coletivo que os mesmos fazem parte o Kinoférico.