Feira Solidária 2019

WhatsApp Image 2019-02-06 at 16.11.12 (3)

No próximo dia 16 (sábado), haverá a Feira Solidária 2019 realizada pela Avança Pimentas e a agência Édigital. A entrada é gratuita. Será uma feira de produtos e serviços com pequenos empreendedores da região, e contará com uma sequência de shows de artistas guarulhenses e da região dos Pimentas. O Projeto Comcom Pimentas entrou como um dos apoiadores e fará a cobertura fotojornalística das atividades.

O evento começará cedo, às 10h, e será no Shopping Esquina dos Pimentas, que fica na Estrada Juscelino Kubitschek, nº 2615, Parque São Miguel – Guarulhos, São Paulo.

Fique atento a programação do evento:

10h – Abertura da Feira
10h10 – Palestra do SEBRAE Guarulhos (Solução para pequenos produtores, artesãos e outros)
12h – Feijoada com Pagode no Esquinão Lanches Pimentas
18h – Show de Victor Carvalho Lima
18h40 – Show de Kyriê
19h20 – Show de L Δ V E F Δ
20h – ENCERRAMENTO

Mais informações nos seguintes links:

Página do Evento

Agência Édigital

Avança

Esquina dos Pimentas

 

Anúncios

Performance de Dança nas Intervenções Artísticas do Sítio São Francisco

No fim de janeiro, dia 27, saiu a videodança com uma performance de dança filmado no coração do bairro Sítio São Francisco, na região dos Pimentas. As ruas, os comércios e as lajes são os cenários que compõe a narrativa que mapeia as paisagens da periferia guarulhense.

A coreografia ficou por conta dos dançarinos Hélio Lima e Pretah Thais, enquanto a elaboração audiovisual contou com o videomaker e editor Reginaldo “R3GIN4LDO” Lustosa, a fotografia de Thaiany Coimbra e a produção de Sheila Souza. A música é do rapper Rincon Sapiência e chama-se “Placo”, lançada no último ano.

Entre os lugares que protagonizam o vídeo, estão algumas das obras das Intervenções Artísticas na Urbanização do Sítio São Francisco. Entre elas, o gigantesco lambe-lambe produzido pelo artista Raul Zito, localizada na Rua Santiago, e a pintura da revitalização da escadaria da Rua Onze, próximo ao número 166,  feito pelos grafiteiros Eduardo “Credo” Marinho, Rim e Cadu.

Confira abaixo o videoclipe:

2018 e o Ano das Intervenções Artísticas no Sítio São Francisco

No ano de 2018, o Projeto Comcom Pimentas realizou uma grande série de atividades das mais variadas linguagens em diferentes espaços na região dos Pimentas, tanto educativas quanto artísticas e culturais.

Entre elas, tivemos logo no primeiro semestre realização no projeto Intervenções Artísticas na Urbanização do Sítio São Francisco iniciou suas atividades com a proposta de construir uma cartografia colaborativa, trazendo a sinergia entre os moradores do Sítio São Francisco e o espaço onde vivem.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A articulação dos trabalhos ficou por conta da equipe do Projeto Comcom Pimentas, produzindo artes que criem diálogo entre o espaço público em constante transformação e as vivências individuais e coletivas dos moradores. O projeta une o processo da urbanização e de arte urbana em ações a partir da pintura, graffiti e lambe-lambe, contribuindo com o imaginário simbólico do bairro e suas histórias, mitos, ritos e lendas.

O local da primeira ação foi o muro da residência de Nelson José Alves Ferreira, comerciante local, na Rua Dez. Tivemos a pintura de um mural projetado pelo artista visual paulistano Paulo Meira (O‘Meira), que em seus trabalhos versa entre o design, graffiti e a ilustração no cenário urbano. A realização da arte também teve a assistência de três grafiteiros da região dos Pimentas: Rogério dos Santos (Rogério IRC), Fernando Manoel (FND) e Fábio Santos, além da pintora Luzia Aparecida, moradora da região que fez parte do projeto Ateliê Arte em Pimentas.

O’Meira buscou trabalhar com camadas e cores em perspectiva, utilizando texturas africanas. Sobre dividir o processo de produção da pintura com outros artistas, ele afirma: “É interessante essa troca de informação e técnica. Cada um tem sua linguagem, e (quando) coloco meu trabalho junto com outros artistas, deixo muito aberto para interferirem no layout proposto. Mas como a gente tem uma linha definida no próprio projeto, aí vai de cada artista desenvolver um pensamento, uma peça única para essa realidade do projeto e do que foi proposto.”

Este slideshow necessita de JavaScript.

Sobre o impacto da obra finalizada, o morador Nelson revela: “Todo mundo que passa olha (para a pintura) e diz ‘Nossa, ficou a coisa mais linda’. Pra mim foi muito satisfatório, muito bom. Deu outra cara, não só pra minha casa, mas pro bairro.” O grafiteiro e historiador da arte Fábio Santos declara que vê como importante do projeto não só o embelezamento do bairro, mas também a identificação dos moradores com as pinturas, e destaca: “É um painel bem gritante, é um contraste mesmo, por que você vê muito o cinza, ruínas e tal, do próprio barro mesmo, aquela terra vermelha, e quando você vê um colorido num muro grande ele se destaca.”

Em seguida, nos dias de 14, 16 e 23 de maio ocorreu a Oficina de Intervenção Artística-Poética no Projeto Comcom Pimentas, como continuidade das intervenções. Os encontros foram ministradas pelo artista visual Raul Zito, onde compartilhou suas experiências artísticas. Os educandos realizaram uma série de lambes trabalhando temáticas do rap, feminismo e depressão na juventude, as artes podem ser encontradas na rua Nove.

O trabalho de Zito é caracterizado por murais fotográficos com uma mistura de lambe-lambe e pintura. Então, no último fim de semana de junho, ele retornou para realizar uma imensa obra no Sítio São Francisco, contendo uma mulher negra refletida num espelho invertido, com uma emblemática pimenta como brinco, como forma de criar uma imagem simbólica para o bairro. A produção da arte contou novamente com a colaboração do grafiteiro FND e está localizada na Rua Santiago.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em agosto o grafiteiro paulistano Eduardo Marinho, o Credo, realizou uma série de artes nas ruas Santiago, Dez e Onze. Pensando na arquitetura dos espaços, ele criou recortes dos seus desenhos e os transformou em pintura depois que vão se encaixando nos muros do bairro.

Um dos coordenadores do projeto, André Gustavo Castro, mostra-se satisfeito com o processo até o momento: “Foi importante nós mapearmos os artistas locais que possuem trabalhos importantes e significantes, com know-how e trabalho consolidado dentro da arte urbana, dentro do graffiti. O mais legal, é que todos aqueles que passaram e viram isso daqui, querem ver o bairro deles mais bonito, ver o bairro melhor. É um chamariz, outros moradores estão oferecendo seus muros, suas fachadas, as suas casas.”

Na reta final do semestre aconteceram também as pinturas para a revitalização da escadaria da Rua Onze, próximo ao número 166, encerrando as nossas atividades do ano com chave de ouro. Os grafiteiros participantes foram Credo, Rim e Cadu.

O projeto pretende continuar suas atividades agora em 2019, as obras estão abertas nas ruas para que a população possa apreciá-las e mais informações podem ser encontradas em sua página no Facebook.

CDHU e Projeto Comcom Pimentas | Certificação dos Projetos Sociais e Intervenções Urbanas

Na próxima quarta-feria (19) teremos a cerimônia de encerramento das atividades do Projeto Comcom Pimentas e CDHU. Haverão as seguintes atividades: certificação dos projetos sociais e um passeio pela galeria de arte das intervenções urbanas no Sítio São Francisco.

Todas e todos estão convidados para nossa festa!

Redes-Certificacao-Pimentas

Semana artística no bairro dos Pimentas

A semana que começa no dia 24 e vai até o dia 30 de novembro contará com uma programação artística e cultural muito especial no bairro dos Pimentas. As Intervenções Artísticas na Urbanização do Sítio São Francisco realizado pelo Projeto ComCom Pimentas em parceria com a comunidade local,  artistas e convidados irão promover as seguintes atividades:

46503175_1003774553140721_973470576909746176_n.jpg

24/11
INÍCIO DA PINTURA NA RUA ONZE

A revitalização das escadarias vai acontecer em frente ao número 166 na Rua Onze, os moradores já começaram a preparar o local, limpando retirando a vegetação e pintando as paredes. Essa tela vai ganhar a mais nova obra desta galeria de arte que está se tornando o Sítio São Francisco.

Para conhecer as outras obras visite os endereços:

Rua Santiago, 58, 292, 300 e 316b – Sítio São Francisco
Rua Santiago, esquina com a Rua Santiago G1
Antiga Rua 10 esquina com projetada 17 atual Rua Norte-Sul

Ou acesse: www.facebook.com/iaudositio/

Endereço: Rua Onze, 166 – Guarulhos – SP, 07263-400
Horário: 10h às 17h

24/11
3° MOSTRA DO AUDIOVISUAL NEGRO

O Cineclube Incinerante exibe uma das sessões da 3ª Mostra Audiovisual Negro no Projeto ComCom Pimentas, o projeto de comunicação comunitária dos Pimentas será o local voluntário de exibição no dia 24 de novembro. Nelson Simplicio membro do Cineclube falou da importância de um evento como esse para o audiovisual negro no estado de São Paulo.
A mostra seleciona curtas, videoclipe e outras produções de todo Brasil para exibição. Os pontos de exibição são voluntários e acontecem dos dias 19 a 25 de novembro.

Curadoria: Aloysio Letra e Thais Scabio

A SESSÃO NEGRA LIBERDADE – Que sejam para todos. Que sejam livres! Tem duração de 70 minutos e recomendação de 12 anos. Os filmes que serão exibidos:

AMOR DE ORI – Bruna Andrade Barros/ ficção/drama/07’13″/BA
SUDESTINO(OS) – Germano de Sousa/documentário/20’/CE
JUDAS – Joel Caetano/ficção/terror/11’/SP
CARTA SOBRE O NOSSO LUGAR MULHERES DO VILA NOVA – Rayane Penha/documentário/13’/AP
PANDORGA – Mauricio Rodrigues Pinto/ficção/romance/17’22” / MT

Endereço: Rua Antônio Dias dos Santos, 254 – Jardim Alice, Guarulhos – SP
Horário: 18h

46508072_1003842469800596_7731506427805564928_n

29/11
PAPO RETO

Papo Reto e um projeto que nasceu em 2011 da percepção de que muitos jovens na periferia se sentem incapazes de vencer na vida, por isso, precisam perceber, ver, sentir que na quebrada de diversos lugares do Brasil há sim jovens que são exemplos e que conseguiram vencer. A roda de conversa é o lugar de encontro, temas polêmicos ou que mexem com a cabeça desses jovens são discutido. A partir daí as experiências compartilhadas é inspiração para construção de uma nova realidade, mais cheia de vida e esperança. Esse projeto é idealizado por Jeferson Nascimento conhecido como “Borracha”  (texto retirado da fanpage do Papo Reto www.facebook.com/PapoRetoSociedadeCultura/?ti=as).
No dia 29/11 essa roda de conversa vai acontecer aqui no Bairro dos Pimentas com a participação de Vera… assistente social atuante nessa região. O objetivo desse evento é que os  artistas e convidados compartilhem um pouco da sua experiência mostrando aos jovens presentes o quanto é possível chegar mais longe com a arte e com a cultura.

Endereço: Rua Antônio Dias dos Santos, 254 – Jardim Alice, Guarulhos – SP
Horário: 14h às 17h

30/11
ENCERRAMENTO DA PINTURA NA RUA ONZE

O encerramento da semana vai ficar por conta das finalizações na intervenção artística nas escadarias da Rua Onze dando aqueles retoque para que todos possam apreciar, tirar fotos, postar nas suas redes sociais a mais nova obra de arte do Sítio São Francisco.

Endereço: Rua Onze, 166 – Guarulhos – SP
Horário: 10h às 17h

Texto: Camila Cunha

Organização comunitária e os avanços culturais para a comunidade

post-pantanal-1

O Projeto Pantanal assim chamado, foi o Projeto de Urbanização do bairro União de Vila Nova que era conhecido como Jardim Pantanal. A CDHU é a grande mentora e executora deste trabalho, que no início enfrentou muita resistência por parte dos moradores que não queriam a urbanização, até entenderem que não se tratava apenas de um projeto desenvolvimento. O objetivo do projeto vai além, a preocupação com a comunidade enquanto indivíduos sociais, foi um cuidado que a CDHU manteve. Empoderar as lideranças da comunidade através de criação de projetos sociais e incorporação de vários outros que já existiam foi um dos primeiros passos para que a população não só aceitasse mas também desse seu apoio e participação no processo de urbanização. A organização comunitária trouxe o avanço cultural que a comunidade precisava e que hoje é reconhecida por todas as “Células do Pantanal”, assim chamados todos os projetos sociais dentro do macro Projeto Pantanal que são: Mulheres do GAU (Grupo de Agricultoras Urbana), Viveiro Escola, NUA (Instituto Nova União da Arte), Cooperativa de Reciclagem, Fórum, Atelier de Costura, Quebrada Sustentável e Varre Vila. A liderança da comunidade é fortalecida, organizada e muito participativa. Hoje quem fala pela comunidade é a própria comunidade.

O Viveiro Escola é o principal ponto de encontro para as atividades do Projeto Pantanal, é um ambiente que reúne além dos projetos diversas de suas atividades. As Mulheres do GAU cuidam da horta e da produção de mudas e plantas medicinais. O ambiente também comporta uma academia sustentável a Agro-Gym onde os exercícios praticados ajudam a produzir alimentos saudáveis para a cozinha do Viveiro.

O Projeto ComCom Pimentas (projeto social de comunicação comunitária) atuante no bairro dos Pimentas, comunidade que está passando pelo processo de urbanização pela CDHU, hoje faz uma contribuição colaborativa com o Projeto Pantanal, que apesar de ter seu processo já encerrado é constantemente visitado por representantes da CDHU, pois se tornou um referencial de comunidade organizada em vários âmbitos e hoje serve de modelo não só para a liderança do Projeto Pimentas, mas para várias comunidades do estado de São Paulo. Esses eventos são postados nas redes sociais (página de Facebook, perfil no Instagram e canal no Youtube) administrada e alimentas pelo ComCom, com a produção de vídeos, fotos e conteúdo que contam a história dessa comunidade. Além de constantes matérias para a Rádio ComCom. Há um projeto muito legal sendo desenhado de que essas matérias passem a ser um programa fixo na grade de programação da rádio.

Texto: Camila Cunha
Fotos: Wesley Cassey, Alice Carolina e Giovanna Carvalho

 

Projeto ComCom Pimentas em novo endereço

curso-post

O Projeto ComCom Pimentas está em novo endereço, agora, na Rua Antônio Dias dos Santos, 254 no Jardim Alice em Guarulhos. O espaço está de portas abertas para receber os moradores da região dos Pimentas e do entorno com o curso de Comunicação Comunitária. A partir desse semestre os cursos de Rádio, Jornal e TV passam a ser agrupados em um curso único que integra os conceitos dessas disciplinas, e ainda agrega a internet e smartphones como ferramentas de comunicação do nosso dia dia.

Serão dois módulos do curso de Comunicação Comunitária, o módulo Básico começa no dia 10 de setembro e vai até 26 de outubro. Sempre às segundas, quartas e sextas, exceto feriados, no horário de 14h a 17h. O Intermediário que inicia no dia 29 de outubro até 14 de dezembro, para alunos que já fizeram o módulo Básico e/ou já possuem os conhecimentos necessários. Neste módulo a proposta é a construção de um projeto multimídia utilizando os conhecimentos adquiridos durante toda a formação. O curso é totalmente gratuito.

Para se inscrever: Clique aqui!
ou por e-mail: projetocomcom.pimentas@gmail.com ou no local.

Rua Antônio Dias dos Santos, 254 – Jardim Alice
próximo a Escola Estadual Profa. Alayde Maria Vicente